sábado, 25 de agosto de 2012

-impermanências-



                                   -pouco estive lá, mas lá está em mim-

.a passagem de um corpo pela paisagem da cidade e a permanência da cidade na memória deste corpo.



                                                         fotos by Ademir Kimura  RJ-Brasil

domingo, 12 de agosto de 2012

-pele-


 


A PELE 
é o maior órgão do CORPO em extensão.

A pele é também uma superficie de inscrição, nela está inscrita coisas que EU não ESCOLHI ou que eu acredito ter escolhido. Coisas que há anos se acumulam e formam uma CASCA de impermeabilização. Casca SECA, casca de aparência, casca maquiada, casca malhada, casca submissa, casca narcisista, casca vitimizada......CASCA.

Com o tempo, corremos o risco de A CASCA OCUPAR O LUGAR DA PELE.
                    E a pele é o maior órgão do corpo em SENSAÇÃO.

Quando vejo que NÃO QUERO casca, 
que não quero nada que me amorteça os sentimentos.
A casca vira CASULO e eu acabo por NASCER DE NOVO.



Ocorreu um erro neste gadget