quarta-feira, 17 de setembro de 2014

-entre corpos-






É preciso deixar apenas uma pele sensível entre as coisas. É esta superfície sensível que deve se colocar entre o corpo e o mundo, e entre tantas outras demarcações de limites entre uma coisa e outra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget